5 anos depois, 1º de abril

Por Jornalista Guilherme Kalel

01/04/2020

Provavelmente não pensava de verdade, que hoje pudesse estar escrevendo para cada um de vocês, se olhasse tudo o que aconteceu comigo nos últimos 5 anos.
Em 1º de abril de 2016, o Kester 10 G começava a sofrer sua pior série de ataques e eu, começava a ser perseguido.
Por uma organização criminosa que, seguiu meus passos, atacou meu trabalho e carreira, de todas as formas possíveis a me desestabilizar.
Roubaram recursos para medicamentos, para manutenção de projetos e de funcionários, tentaram fazer tudo o que era possível imaginar, para destruir o trabalho que disponibilizei a fazer.

Mas sempre estive aqui, desde julho de 2007, para trazer a notícia as pessoas.
Seja qual for, doa a quem doer.
As vezes nesse processo, sacrifícios são feitos, pessoas são perdidas, situações vivenciadas.
Você pensa que não está preparado, até ver o tamanho do preparo que surge dentro de você, cada vez que uma nova batalha o convida a enfrentar as inverdades do mundo.
A verdade é, se pararmos diante as inverdades, não poderemos conquistar nada e não teremos deixado nem um legado a nossa continuidade.
Nossos legados só tem valor, quando as pessoas tem o conhecimento de que estamos aqui, que corremos pelo certo, que agimos certo, que fazemos diferente o que tantos outros fazem igual.
Estamos aqui enquanto equipe, para fazer a diferença na vida das pessoas.
E eu, não estou aqui para buscar reconhecimento, ganhos financeiros ou políticos.
Faz parte da minha essência.

Passei pelos ataques ao longo dos últimos 5 anos, e neste novo 1º de abril, mais um dia muito difícil a se vivenciar.
Num clichê, foi possível pensar que o dia hoje poderia terminar de uma forma diferente..
Mas ele não terminou, felizmente.
Diante a um problema de ordem técnica, precisamos nos reinventar mais uma vez e recolocar todo o nosso trabalho Online, num curto espaço de tempo.
Foi o que eu, e uma força tarefa de programadores dedicados, fizemos ao longo das últimas 14h20.
E foi também, o que cada pessoa da nossa equipe de Jornalistas fez, mantendo nossa atualização diária de olho em tudo de mais importante que acontecia no Brasil e no mundo.
Hoje, passamos e vencemos, mais um teste, mais uma batalha.
Com a certeza de que a guerra está longe do fim, mas que estamos prontos a seguir nela.
Afinal, amigos,
A maldade humana não pode ser maior do que a força da verdade, e nunca o será.
Ao menos, não enquanto eu respirar.

O que houve com os livros com a nova fase do G7

Por Jornalista Guilherme Kalel

30/03/2020

Muita gente quer saber de fato, o que houveram com livros escritos por mim ou que estavam em andamento, e que desapareceram do novo G7 Press.
Desde que iniciamos essa nova fase no começo de março, nosso desafio foi, manter o que desse para manter e reinventar aquilo que fosse preciso o ser.
Neste sentido, tivemos de retirar alguns conteúdos para que outros chegassem.

A Ilha em que ambientamos nossas historias mudou de nome, de política, de ideal.
E passou a chamar-se Oglopogos.
A partir daí, nós mudamos toda a dinâmica adotada de livros, que estavam em confecção, e que não serão mais publicados.
Caso de, Protocolo Cristal, e tantos outros aqui relatados.

Os livros que haviam na X Library, que descontinuei, eu dei as assinaturas para que leitores da biblioteca acompanhassem os novos Onbooks.
Que serão produzidos diretamente no G7 Play, plataforma de assinaturas do G7 Press.
A partir deste sentido, o que temos são novas historias.
Como “Histeria”, e como “Ponto de Equilíbrio”, ambas que estão em publicação.
E que já se preparam para entrar em fase final de conclusão, em cada um de seus enredos.

Para o futuro, nós teremos sim mais livros que virão por aí, e nem todos os livros publicados antes, estarão perdidos.
É o caso de “Gold”, que teve uma primeira temporada já divulgada na nossa leva passada de livros, e que será republicado na semana que vem.
As continuidades deste texto, também seguem garantidas e com estreias já para abril de 2020.
Para que possamos continuar o cronograma de publicações traçado para esta historia.
Conto com a leitura de todos, e a expectativa de que gostem do que temos a oferecer.
Um livro é sempre uma oportunidade única de aprender.
Com cada um deles, nós, autores, queremos repassar uma mensagem, um ensinamento, contar uma historia.
Seja pela ficção ou pela realidade, queremos expor a nossa opinião e visão, de algo no mundo, contemporâneo, presente, passado.

Covid-19 Um pouco mais de um olhar empresarial

Por Jornalista Guilherme Kalel

27/03/2020

Para ilustrar um pouco mais o artigo anterior, escrevo este agora que nos dá um panorama maior do que temos, enquanto chefes de empresa, que fazer agora.
No GK 18, responsável por manter o G7 Press Online, tive que como Presidente, anunciar um conjunto de medidas que serão adotadas e estão em prática, desde 25 de março.
São medidas que impactam direto no setor financeiro da empresa mas que foram necessárias, por causa do quadro social que temos agora.

Para manter nossos projetos sociais, para manter nossos clientes e assinantes, tivemos de abrir mão de receitas por período de tempo,
mudar os pacotes de cobrança, e investir para dar trabalho em Home Office para colaboradores.
Tudo isso, terá que sair de algum lugar, e alguns projetos precisaram ser paralisados ou cancelados para que esses projetos cautelares pudessem acontecer.
O dinheiro não é inesgotável e se não souber o controlar, você entra num orçamento esburacado que inevitavelmente te levará a falência em alguma hora.
O que seria catastrófico, considerando que nossa empresa não tem apenas colaboradores que dependem do salário que recebem,
mas sim, pessoas de baixa renda inscritas em nossos projetos sociais.
Atendemos, 215 pessoas hoje, com projetos voltados a saúde.
E atendemos, cerca de 380 deficientes visuais pelo projeto Olhar pela Educação.
Um projeto que teve de ter agora, recursos paralisados por conta da Covid-19, e das ações adotadas pela quarentena.
Esperamos poder retomar isso em breve, mas, não sabemos quantas pessoas serão prejudicadas, que poderiam entrar no projeto e não entrarão, por conta dessa mudança.
Façamos por aqui, um ponto de reflexão com nossas vidas e nosso dia dia.

Covid-19 e o impacto em nossas vidas

Por Jornalista Guilherme Kalel

27/03/2020

Recentemente o diretor de uma rede de restaurantes famosa no Brasil, perdeu seu cargo na empresa por gravar um vídeo para tentar levar as pessoas a fazer uma reflexão do que
vivemos.
Na realidade eu concordo com cada ponto que ele disse, e é isso que tenho tentado passar, nos artigos escritos por mim dentro do G7 Press, desde que essa pandemia de Covid-19
chegou ao Brasil.

Todos estamos preocupados com a infecção em si, porque não existe um remédio de tratamento comprovado que seja eficaz, nem uma vacina que impeça as pessoas de contrair a
doença.
Concordo que tenhamos que estar com medo, especialmente quem faz parte do chamado grupo de risco, e me encaixo nele.
Mas, também concordo que temos que olhar para um contexto geral na coisa, porque tudo tem dois lados.
Se permanecermos no isolamento horizontal em que estamos, confinados em nossas casas.
Isso não evitará nosso contágio porque o vírus está presente no ar,
diminuirá as chances de pegarmos, mas não vai impedir que peguemos.
Em contrapartida, vai fazer uma outra coisa que é muito pior,
Com lojas e outros estabelecimentos fechados, o Brasil, que vinha de uma recuperação econômica após uma recessão forte, vai voltar a ter problemas na economia,
pessoas serão demitidas porque as empresas não terão como os manter.
São projetados, 40 milhões de desempregados amais, em um país que hoje temos 11 milhões.
Ou seja, num país de 210 milhões de pessoas, 51 milhões delas estariam desempregadas.
Outras 55 milhões, já dependem de distribuição de renda do governo, o que deixaria mais da metade do país, a depender de renda distribuída.
Num curto espaço de tempo, nem o governo federal teria recursos para bancar tanta gente dependendo de seu sistema.
O colapso, não seria na saúde, seria num sistema geral.
Nesse cenário, faltaria o básico, faltaria a comida, a água, a luz, os medicamentos pra quem precisa, o estado seria de depressão econômica, com empresas quebrando.
Não estou fazendo terrorismo social, apenas uma análise do que vai acontecer, se não mudarmos agora, a estratégia de enfrentamento da doença.
É claro que cuidados são essenciais serem tomados e que, a saúde brasileira precisa se preparar para um surto gigantesco.
Mas, também precisamos nos preparar, para movimentar nossa economia com ações que possam fazer o país não parar.

Em maio e junho, aposentados e pensionistas do INSS já receberão o 13º salário, pago em duas parcelas
O que quer dizer que, em setembro e dezembro, quando tradicionalmente chegariam, não receberão.
Isso também quer dizer que o final do ano, onde o comercio é movimentado com as compras de natal, para 2020, podemos esperar movimentação fraca.
O crescimento do Brasil é projetado a 0% neste ano, ou seja, nada.
No ano que vem, por causa dos socorros dados agora pelo governo, não haverá aumento de salário, não terá como repor a inflação.
Isso quer dizer, que o custo de vida vai subir, mas o salário do brasileiro não.
Como as pessoas viverão num ambiente assim?
Isso que precisamos entender e refletir sobre, antes de tomar qualquer decisão sobre o Coronavírus.
É verdade, nossos governantes estão dizendo “Fique em casa”.
Mas se seguirmos essa ordem, devemos perguntar a eles, devemos nos perguntar, onde vão estar os recursos para cobrir nossas contas a posteore.
Depois, com consciência, definir o que fazer.

Tempo de mudanças

Por Jornalista Guilherme Kalel

11/03/2020

As vezes as coisas não tem explicação, simplesmente acontecem.
É assim com o G7 Press,
nos consolidamos um dos maiores portais de notícias do país num curtíssimo espaço de tempo e atingimos números de acesso, que de verdade, nem eu esperava.
Então, esse G7 era controlado por uma empresa chamada de Nel G7.
Mas, nosso Conselho Administrativo decidiu que era hora de promover uma série de mudanças dentro da nossa Equipe,
por começar pela Nel, que deixou de existir.
No dia 10 de março, renomeamos a marca para GK 18.
Um grupo de empresas que tem por objetivo principal, trazer informação, tecnologia e entretenimento as pessoas.

Muita gente deve estar se perguntando, por que agora?
Agora foi o momento correto de se fazer isso, em face de acontecimentos recentes das últimas semanas.
Motivação internas foram responsáveis pelas reestruturações que virão a partir daí.
Tudo o que pedimos e precisamos neste momento, é de paciência e compreensão.
Tenham todos a certeza, de que estamos tomando os melhores caminhos para que tudo possa acontecer, da forma melhor possível.
E para que este trabalho tão importante, continue a existir por anos ainda.

Um projeto bom, as vezes precisa de reajustes para que possa continuar dando certo,
é exatamente o que buscamos fazer agora, dentro do G7, administrado pela empresa GK 18.
Mais detalhes serão divulgados em breve, através de nossos canais, peço a todos que continuem acessando e que fiquem ligados.

Obrigado a cada acesso, a cada assinatura que tivemos neste período,
vocês foram incríveis e serão para sempre especiais, para mim, para a nossa Equipe como um todo.
Vocês nos permitiram entrar nas suas vidas, e nos permitiram fazer a diferença na vida das pessoas.
Porque buscamos sempre fazer diferente, o que tanta gente faz igual.

Estou de volta

Por Jornalista Guilherme Kalel

04/03/2020

Nesta quarta-feira, 4, voltei oficialmente ao trabalho, depois de alguns dias afastado.
Por problemas de saúde, tive que passar um tempo longe e tive que deixar de publicar livros e fazer outros afazeres.
Um deles, estar em Porto Alegre na terça, 3, para receber o Top Digital.

Fui representado por Mariana Novacki, quem não poderia me representar melhor.
Com todo seu carisma e sua simplicidade, ela deu um show a parte na apresentação e entrega da premiação nesta terça-feira.
Tenho muito a agradecer, pois ela me representou e também, foi uma das ganhadoras.
Coautora comigo de um dos artigos premiados, Novacki mostra a que veio e todo o seu potencial.
Fico feliz por fazer parte de certa forma, de sua formação enquanto Jornalista.
Ela era nossa Assessora e mudou de carreira em agosto do ano passado.
E faz bem, o que se dedica a fazer.

Em relação aos livros mencionados uma novidade aos leitores.
A partir desta quarta-feira, 4, o Lorens já volta a ser repostado no G7 Play.
Quanto ao X Library, com o livro “Protocolo Cristal”, os capítulos começarão a ser postados no domingo, 8 de março.
Esse para assinantes que contrataram a Plataforma, 99 pessoas vale salientar.

Nestes dias em que estive afastado, onde recebi inúmeras mensagens de apoio e carinho, quero agradecer a todos.
Muito obrigado por estarem sempre olhando e orando por mim.

Encontrou algum erro? Quer fazer alguma crítica ou sugestão? escreva para gr@g7press.com.br

Protocolo Cristal é lançado hoje com capítulos divididos

Por Jornalista Guilherme Kalel

25/02/2020

Caros leitores que me acompanham através deste espaço.
Uma boa notícia aos que esperavam ansiosamente por este dia.
Estreou nesta manhã na nossa X Library, o livro “Protocolo Cristal”.
Diferente do primeiro livro lançado na biblioteca digital, este será dividido em 7 capítulos.
O leitor assinante vai poder acompanhar cada um desses, acessando a X Library e fazendo Login.
Quem ainda não assinou se quiser, pode também assinar.
Para isto, entre em contato pelos canais disponibilizados no link de contato, e boa leitura!
Os capítulos serão postados de segunda a sexta-feira, portanto a previsão, é que sigam até na semana que vem.
O livro já está pronto e basta apenas a publicação de cada um deles.

Encontrou algum erro? Quer fazer alguma crítica ou sugestão? escreva para gr@g7press.com.br

Ações do G7 ainda não vendidas

Por Jornalista Guilherme Kalel

13/02/2020

No último 7 de fevereiro, coloquei uma oferta pública por 10% de minhas ações do G7.
Na oportunidade pedi, R$ 10 Mil por elas, um valor abaixo dos R$ 12 Mil que valem.
E parcelaria o valor sem juros se alguém se interessasse.

Nos moldes que lancei, não tive propostas.
Mas algumas pessoas fizeram contrapropostas que eu fiquei de estudar.
Depois de um estudo aprofundado, pude perceber que essas propostas não me atenderiam.
E como não consegui chegar num meio termo com os interessados, cancelei a oferta em 12 de fevereiro sem uma venda concretizada.

Estudo se agora, lanço nova oferta ou se desisto da venda.
Mas ainda estou aberto a propostas, se nesse tempo alguém quiser propor algo.
Continua sendo os 10% de ações a venda.

Muitas pessoas me perguntaram, por que Melissa Collins, conseguiu vender rapidamente os 25% de ações dela.
Respondo que, ela fez uma negociação diferenciada.
O recebimento do valor que ela pediu, só vai acontecer dentro de 30 dias.
Além disso, ela vai embora do Brasil para iniciar um trabalho fora, pela Onor Prevent.
O que justificou querer se desfazer de negócios que tinha investido no Brasil.
Esses fatores levaram a médica, a sair do G7, deixando a Jornalista Mariana Novis, com 20% de suas ações.
E sua prima, Ana Paula, com outros 5%.
O pacote que tenho a venda é um valor menor e menor índice acionário.
Mas ainda sim trás vantagens para quem adquirir.

Bolsa de colaboração de R$ 500,00 mensal.
Participação limitada de 10% aos lucros anuais divididos do site, para seus proprietários.
O valor, é divulgado em outubro, e recebido entre outubro e dezembro de cada ano.
Outras vantagens também estão dentro do pacote.

Protocolo Cristal – Nova data para estrear

Por Jornalista Guilherme Kalel

13/02/2020

99 pessoas ansiosas.
Este é o número oficial de pessoas que hoje, possuem a X Library assinada.
Diante a isto, estrearemos nela em breve o seu segundo livro, Protocolo Cristal.
Uma Spin-off da saga Poliana, lançada por mim no G7 Play, ainda no ano passado.
Por lá, o livro era um dos mais acessados, com 49,2 mil leitores.
Perdeu o posto para Gold, com 61 mil hoje, mas ainda está no rol dos mais vistos.
Diferente do X Library, onde só uma pequena parcela das pessoas terão acesso, porque ninguém mais assinou a plataforma.

Mas o que quero dizer com esta postagem hoje, desde já frustrando expectativas e pedindo desculpas por isso, é um reposicionamento de datas.
Protocolo Cristal estrearia na próxima terça-feira, 18 de fevereiro.
Com alguns problemas pessoais e profissionais nos últimos dias, infelizmente eu não conseguirei cumprir com este prazo.
É por isso que a estreia será reprogramada, para o dia 25 de fevereiro, uma semana mais tarde.
Vai ser uma boa pedida, pra quem vai ficar de boa no Carnaval, tendo um novo livro pra devorar.
Então, até lá!

Se alguém quiser também, pode assinar a X Library e acompanhar esta estreia.
Basta me contatar pelo e-mail gr@g7press.com.br, visto que neste momento estou sem comunicação por Telegram ou Whatsapp.
Espero poder resolver este problema, o mais breve possível.

Encontrou algum erro? Quer fazer alguma crítica ou sugestão? escreva para gr@g7press.com.br

Volta as aulas – Uma nova experiência aos pequenos

Por Jornalista Guilherme Kalel

11/02/2020

Nesta segunda-feira, 10 de fevereiro, meus filhos foram para a escola.
Kalel Francisco deu o pontapé no ensino Primário, indo a primeira série do ensino fundamental.
Uma nova escola, nova professora, e um lugar muito mais amplo e espaçoso.
Ambiente aconchegante para que as crianças pudessem se sentir a vontade, com uma equipe muito bem preparada para recebê-los.
Da direção a professora, senti que aquele ambiente era o mais adequado para que meu filho, pudesse continuar sua caminhada rumo aos aprendizados necessários para que no futuro, fosse alguém na vida.

Também neste dia, minha pequena Ester Maryanna, mostrou que é chegado mais uma daquelas etapas que você, quando tem filhos, pensa que nunca vai chegar.
Ela ingressou na fase 1, da pré-escola.
Um misto de sensações e preocupações, logo para uma criança que ainda é tão dependente de seus pais.
Por ser pequena, por uma série de outras questões, assistir a minha filha desabrochar, como a mais bela rosa de um jardim.
Do choro a porta de entrada no pré, ao sorriso quando busca-la, a evolução estampada de que é este sim o caminho.

Nossa pequena também começou a sua caminhada, rumo a descobertas e aprendizados que carregará por toda a sua vida.
Uma alegria e uma emoção, por deveras gigantesca, em modo duplo.
Que a partir de agora deve se repetir, com o passar dos anos, em cada avançar e a cada cumprimento de etapas de minhas crianças.
Apesar de todos os momentos difíceis das últimas semanas, das incertezas que se pairam no ar.
A certeza de que ao menos eles estão seguros, e tendo uma educação positiva.
E a prova de que, estão prontos para evoluir, crescer, ser independentes no futuro próximo.

Encontrou algum erro? Quer fazer alguma crítica ou sugestão? escreva para gr@g7press.com.br